Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Para sensibilizar os evangélicos!’ Category

É comum ver a reação de indignação de qualquer ser humano diante das atrocidades cometidas por alguns contra pessoas fracas, indefesas e marginalizadas.

Porém os brasileiros LGBTT´s  estão enfrentando uma batalha travada contra o fundamentalismo cristão e nada… Nada do que temos mostrado, exposto e denunciado das agressões e assassinatos contra gays, lésbicas, travestis e transexuais tem comovido o coração do chamado “povo de Deus” a fim de que parem sua opressão, discriminação e condenação dos homossexuais a um inferno.

Os evangélicos tornam-se totalmente indiferentes ao sofrimento humano quando suas doutrinas e preceitos bíblicos bloqueiam um dos maiores sentimentos nato ao ser humano: a compaixão. Como prova da nossa afirmação, transcreveremos abaixo um dos relatos mais absurdos na Bíblia, em especial no livro de Números, capítulo 31 e versículos 13 a 18:

13 – Moisés, e Eleazar, o sacerdote, e todos os príncipes da congregação saíram a recebê-los fora do arraial.

14 – Indignou-se Moisés contra os oficiais do exército, capitães dos milhares e capitães das centenas, que vinham do serviço de guerra.

15 – Disse-lhes Moisés: Deixastes viver todas as mulheres?

16- Eis que estas, por conselho de Balaão, fizeram prevaricar os filhos de Israel contra o SENHOR, no caso de Peor, pelo que houve a praga entre a congregação do SENHOR.

17 – Agora, pois, matai, dentre as crianças, todas as do sexo masculino; e matai toda mulher que coabitou com algum homem, deitando-se com ele.

18 – Porém todas as meninas, e as jovens que não coabitaram com algum homem, deitando-se com ele, deixai-as viver para vós outros.”

O leitor já pensou em quantas leituras bíblicas foram realizados desde que os protestantes exerceram a liberdade de realização de seus cultos no Brasil? Algum leitor habilita-se a nos dizer se já tomou conhecimento de que tal passagem bíblica – como a que descrevemos no livro de Números – foi lida diante de toda a congregação? Claro que não! Durante meus 37 anos de evangélica, nunca presenciei tal leitura nas igrejas por onde passei.’

Mas quando um “cristão evangélico” assiste um filme no qual cenas de assassinatos e abusos sexuais são expostos, imediatamente ouvimos um “TEM MISERICÓRDIA JESUS” ou aquela velha frase clichê: “SANGUE DE CRISTO TEM PODER”.

Se você quiser saber o verdadeiro significado da expressão “deixai-as viver para vós outros” no versículo 18, recomendamos aos chamados cristãos brasileiros e “povo de Deus” um espetacular filme chinês que reverterá por completo a lavagem cerebral que os ativistas cristãos e políticos do Senado vêm lançando nas mentes fracas dos seus fiéis contra os direitos dos homossexuais (PL 122).

 “Flores do Oriente”, de Zhang Yimou,  foi baseado num episódio histórico marcante, o Massacre de Nanquim, no qual estima-se a morte de mais de 200 mil chineses pelo Exercito japonês, além do estupro de 20 mil mulheres. O filme conta com Christian Bale (um dos que atuou como Batman) como John Miller, um sujeito que chega à igreja para enterrar um padre morto, e acaba assumindo o seu lugar para se proteger. Beberrão e folgado, aos poucos, ele vai sendo transformado por aquelas adolescentes que esperam ajuda para fugir da cidade.

A chegada de um grupo de prostitutas, liderado por Yu Mo (Ni Ni), desestabiliza o ambiente gerando a disputa de espaço entre as adolescentes e as novas refugiadas que se escondem no porão. Num primeiro momento, o filme retrata estas como vilãs. Quando japoneses invadem a igreja, matando e estuprando as estudantes, as outras mulheres nada fizeram, porém se sentiram culpadas mais tarde.

Miller, ao contrário da bancada evangélica no Senado brasileiro,  se conscientiza do seu papel naquele ambiente, pois, ao lado de um menino que era ajudante do padre, é a única figura masculina naquele ambiente. Além de promover a paz interna, ele é o único capaz de negociar com soldados japoneses e tentar poupar a vida dessas mulheres.

Confira o vídeo abaixo:

Desafiamos os amados evangélicos, incluindo a santa bancada evangélica no Senado a enxergar o relato de Números 31.13-18 da mesma forma que encararão as cenas deste filme, bem como o PL 122 como um projeto que mudará o quadro de violência contra os GLBTT´s.

Flores do Oriente deixa-nos uma mensagem de solidariedade e verdadeiro amor ao próximo… o que está em falta no meio evangélico!

Por Andrea Foltz.

Anúncios

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: